Direitos do Autor 2022, Nenhum animal foi prejudicado na produção

ENTREGAMOS

- Cães sadios
- Vacina V8/ V10

- Vermifugados

- Higienizados
- Kit Filhote da Royal Canin

- Pedigree CBKC

- Carteira de Saúde 

- Contrato de Venda Animal

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

10:00h a 17:00h

Por telefone

Segunda a Sábado

(19) 3867-3201 / (19)3199-9897

Visitas somente com agendamento.

CONTATO

Email: carlotalopes@gmail.com
Tel:  019  3867-3201

        019 3199-9897

       019  98181-1615

 

© 2015 por NatyWilliams

  • w-facebook
  • Pinterest limpo
  • YouTube Limpa

Ficha Técnica

Pug

 

Família: cão de companhia

Grupo 9 do FCI: Toys / pequenos

Seção 11 - Cães Molossos de Pequeno Porte.

Área de origem: China

Função Original: cão de companhia

Tamanho médio do macho: Altura: aproximadamente 30.5 cm.

Tamanho médio da fêmea: Altura: 25.4 cm.

Posição no ranking de inteligência: 57ª posição

 
Temperamento do Pug

Sempre fiel ao dono, o Pug se torna facilmente um companheiro inseparável. Na verdade, acompanha-o para todo lado, mesmo sem ser convidado. O Pug por ser muito sociável, pois se adapta rapidamente a ambientes diferentes e pessoas estranhas. É considerado uma das raças mais dóceis.

Outra característica que o distingue é seu latido: o som emitido parece um ronco intercalado com grunhidos, como se estivesse engasgando. Já quando tenta se comunicar com alguém, o som torna-se agudo e longo.

 

 

 

Cuidados com o

Pug

 

O Pug tem uma tendência à obesidade, portanto, a quantidade de ração deve ser bem controlada, oferecida duas vezes ao dia. A qualidade, se possível, deve ser Super Premium.

O Pug se superaquece com facilidade e bebe muita água, por isso é essencial ter água limpa e fresca sempre à disposição.

Não se devem oferecer muitos petiscos ao Pug, que é guloso por natureza.

A cama do Pug deve ser limpa e confortável, abrigada de correntes de ar e mudanças bruscas de temperatura. É uma raça que deve ser criado dentro de casa e jamais deixado ao relento.

Com relação à pelagem, o Pug deve ser escovado com certa frequência para remover os pelos mortos, senão caem pela casa. A raça solta muito pelo, principalmente na troca de estação. Uma alimentação de boa qualidade ajuda a evitar a queda excessiva dos pelos.

 

Cuidados com os Olhos

Os olhos do Pug são saltados e precisam receber uma atenção especial. Tanto os olhos como as dobrinhas do rosto devem ser limpos sempre com gaze embebido em soro fisiológico, tendo o cuidado de enxugar o excesso para que não fiquem úmidas. Se for observado algum machucado, ou muita secreção, o Pug deve ser levado ao veterinário, pois infecções mais graves podem ocasionar a perda da visão, ou até mesmo dos olhos.

Curiosidades do 

Pug

 

A Pedra no Sapato do Napoleão

Uma das muitas lendas envolvendo os Pugs conta que um deles era uma "Pedra no Sapato" de Napoleão Bonaparte. Ocorre que sua esposa, Josefina, tinha um pug de quem nunca se separava e esse cãozinho não simpatizava nem um pouco com o imperador. Contam que o cachorrinho sempre tentava impedir a entrada do imperador no quarto de sua dona.

Outra história interessante aparece na publicação de Sir Roger Williams, “Actions in the Low Countries”, datada de 1618, sobre um pug chamado Pompey que, ao dar o alarme que os espanhóis se aproximavam, teria salvado a vida do rei Guilherme (o Silencioso), príncipe de Orange, (posteriormente rei da Holanda). Tal fato poderia explicar sua grande popularidade na corte de Guilherme e de seus sucessores. O Pug tornou-se o cão oficial da corte. Na Catedral de Delphi, o túmulo do rei Guilherme exibe as esfinges do monarca e de seu querido cão de estimação.

Sua trajetória conta com episódios em toda a nobreza européia, inclusive com o Duque de Windsor.